sexta-feira, 11 de junho de 2010

As coisas vêm, as coisas vão

Mas nada é em vão
Hoje você tem
Amanhã você está sem

As coisas vêm, as coisas vão
Te sobra o vazio, o vão.
E te sobra apenas você
Apenas alguém a quem ser

As coisas vêm, as coisas vão
E te sobram lembranças, a recordação
O que foi e o que ficou
E você é tudo que restou

As coisas vêm, as coisas vão
Mas nada é em vão
O que perde te faz ganhar
E ao deixar você terá

Nenhum comentário:

Postar um comentário